Rosa Caveira – Desmistificando

Rosa Caveira é uma Bombojira pouco conhecida, tem reputação de maravilhosa curandeira e aspecto inquietante. Nas imagens populares, ela exibe um corpo meio esquelético e meio humano coberto com capa e capucho.

Conhecida como a “esposa” de Seu João Caveira, exu da “Velha Guarda” do cemitério e Chefe da Linha dos Caveiras, um grupo de servidores fiéis e muito prestativos.

Especula-se que ela tenha nascido no Oriente, sendo sétima filha de uma simples família do campo, desde cedo aprendeu com seus pais as artes da cura, pois eles eram afamados xamãs.  Sua falecida avó foi sua primeira guia espiritual. Em sonhos, a querida alma da ancestral instruía e aconselhava a neta. Rosa era uma menina privilegiada mediunicamente. Com isso dedicou sua vida a ajudar o próximo; Casou-se com xamã mais velho que também lhe ensinou muito, tendo ele desencarnado primeiro, ela continuou sua vida espiritualizada.

Sobre eu nome, conta a lenda que sua mãe no final da gravidez não teve tempo de pedir ajuda à parteira local e a menina nasceu próximo a um roseiral selvagem ao redor de sua casa. Quanto ao sobrenome, em certas regiões do Oriente, sobretudo na Índia, Tibet e Butão, alguns xamãs e yogues utilizam a caveira humana como um cálice ritual. A caveira, assim utilizada, não está relacionada com magia negra ou qualquer arte malévola. No Budismo Tibetano os Lamas utilizam uma caveira como cálice. Também fazem um pequeno tambor com duas metades de caveira… Na Índia ele é chamado de Damaru e a caveira de Kapala.

Fato é que como Bombojira, na gira do dia-a-dia dos terreiros, Rosa Caveira é um pouco diferente de suas irmãs. Ela não se firmou como “mulher da vida” ou errante marginal (pomba giras na erraticidade). Mas se perpetuou como curandeira poderosa e ponte entre os diversos reinos do astral. Uma outra curiosidade circunda esta bombojira.  Rosa Caveira trabalha e vibra no cemitério…

Em algumas tradições orientais, alguns grupos de adeptos utiliza o cemitério para trabalhos espirituais de cura e transformação. Eles são chamados de Kapalikas ou portadores da caveira!   As mulheres do grupo, além da caveira transportam um tridente.

1

Rosa Caveira é uma representação do feminino sagrado que pode rondar os lugares de cremação.  Ela destrói os fantasmas malignos e os demônios, come as ilusões humanas e resgata as almas das mãos dos seres das trevas. Seu aspecto pode ser “terrível”, mas a luz e a bondade emana de seu coração.

Atrás do aspecto funesto de Rosa Caveira com certeza brilha a mesma luz. Nela se encontram o Oriente e o Ocidente, o vermelho e o branco, a vida e a morte.

MENSAGEM da SENHORA POMBAGIRA ROSA CAVEIRA

 Um dia uma moça me procurou e perguntou meu nome. Eu disse: ―Sou Rosa Caveira. Ela respondeu: ―Credo! E eu: ―Credo por quê? Qual o motivo? ―Esquisito…, tornou ela.

 Bom, para quem não me conhece, vou explicar esse nome.

 Sou Rosa Caveira.

 Trabalho pela Rosa do Amor da Vida, trazendo a Caveira da Morte para tudo aquilo que pretenda matar o Amor.

 Não sou dona da Rosa e nem da Caveira. Sou apenas filha e servidora, por devoção. Do meu jeito, do jeito que posso.

 A Rosa é símbolo da Mãe da Compaixão.

 A Caveira é símbolo do Pai da Vida.

 A Rosa é o Amor Divino que não morre nunca.

 A Caveira só mostra e recolhe o que não pertence ao Amor, para restaurar a Vida. Pois sem Amor não há Vida.

 Trago a Rosa para dar Vida a quem desaprendeu a amar.

 Trago a Caveira para recolher o sentimento de amor que secou no coração humano.

 Se você olha para uma rosa, nem sempre lembra que a raiz dela está na terra. E a terra precisa de qualidade para manter essa vida. O que sustenta a flor não é visível ao olho comum. E o que pode estar matando a flor também não.

 Quem secou por dentro do coração deixou de viver. Ninguém vê, mas está acontecendo. Então eu trago a Caveira para recolher essa dor, essa “morte em vida”. E trago a Rosa para renascer aquele coração.

 Sou Rosa Caveira. E só. Ajudo como posso, para que mais e mais corações estejam vivos. E para que todos compreendam que Morte é renascimento, e nunca é fim.

 O tecido que adoece precisa ser removido, para que um novo surja e o todo se mantenha vivo. Tudo trabalha para que o Amor permaneça, pois Ele é Fonte de Vida.

 Nenhuma dor vem sozinha. Ela traz consigo a força da reparação.

 É isso que faço: trago caminhos de reparação para as dores do coração, para que todos tenham Vida.

 Receba da minha Rosa o Amor, a cor, o perfume, a luz. Desperte no seu coração o gosto pela Vida, que nasce alimentado pelo Perdão, pela Compaixão e a Misericórdia de Deus.

 Entregue para a minha Caveira tudo aquilo que vem consumindo o seu coração: a mágoa, o ressentimento, a revolta, o desamor, o desespero, a falta de confiança e o desrespeito por si mesmo, os pensamentos de vingança, tudo.

 E não queira amarrar ninguém ao seu lado! Porque o Amor não se impõe, Ele só abraça, acarinha e dá Vida. Desista desse crime, porque o Olho que Tudo Vê é também o Pai da Liberdade.

 Limpe a taça do seu coração do fel do desejo de posse a qualquer preço. Alimente-o com o Mel da Mãe da Compaixão, para ter também o amparo do Pai da Vida.

 Escolha se quer estar vivo ou se pretende ser um morto-vivo.

 Sua alma não morrerá nunca. Mas os seus sentimentos podem adoecer e secar. Não permita. Cultive rosas no seu coração e encontrará perfume em todos os caminhos por onde passar.

 Aceite a Rosa que lhe ofereço.

 A Caveira não lhe posso dar. Sem ela eu não teria como lhe ajudar a se tornar, para todo o sempre, uma filha ou um filho devoto da Rosa Maior.

 Aceite a Rosa do Amor e cultive-a no coração. Foi Ela quem me salvou quando eu andava perdida na escuridão, buscando morrer, sem saber que as almas não morrem jamais.

 Por isso me tornei uma servidora da Rosa e uma portadora da Caveira.

 Esta Caveira só faz por nos lembrar que “morte” é ilusão, pois o que existe é a Eternidade da Vida.

 Então, aproveite! Reaqueça seu coração de Amor e viva a Eternidade desde já.

fontes:

http://umbandista.com.br/dona-rosa-caveira-uma-pomba-gira-dos-himalaias/

http://www.seteporteiras.org.br/index.php/textos/mensagens/227-sou-rosa-caveira

Anúncios

Uma opinião sobre “Rosa Caveira – Desmistificando”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s