Vampirismo – Encarnados e entre nós!

copo-taca-vampiroVampiro é um ser mitológico que se alimenta de sangue, sua crença é antiga e tem origens na mitologia da Suméria e suas sucessoras na Mesopotâmia, onde surge como filho de Lilith, confundindo-se com Incubus – Demônios masculinos que afetam as mulheres, agem a noite enquanto suas vítimas dormem, sugando suas forças vitais através do ato sexual e possuem uma aparência sedutora de acordo com o padrão de beleza da época, e Sucubus – Demônios femininos que afetam os homens.

Dentro dos estudo espirituais podemos perceber que há características semelhantes entre a mitologia e a vida real, um exemplo é o roubo da energia vital, na mitologia com sangue na realidade por vários meios, porem não de sangue e sim da energia.  Como cita na própria mitologia a prática sexual assim como relacionamentos são uns dos meios de roubo energético.

Falando em relacionamentos, quantos casos obsessivos vemos nas matérias de jornais e mídias sociais, casos absurdos de ciúme, posse entre outros? Ao contrario do que imaginamos eles não são de totalidade espiritual, temos uma parte física e ele pode estar mais próximo do que você imagina..

Muitas pessoas do nosso convívio podem ser vampiros energéticos ou estar atuando através deles, para reconhecermo passaremos algumas dicas, a pergunta que não quer calar, é consciente este ato? Nem sempre…

Abaixo exemplos de pessoas que nos cercam e que conscientes ou não roubam energia vital, observe:
Adulador

Vampiros aduladores são aqueles que sentem “prazer” em estar lhe servindo, mas um prazer distorcido onde procuram tirar proveitos dos agrados, tidos também como puxa-sacos. O roubo energético aqui ocorre a cada conquista que ele adquire com esse processo obsessivo. Muitos inflam o ego da vítima para prazerosamente ver a queda. São perigosos e ardilosos, pois o cargo que ocupam o colocam de frente com todos os pontos fracos da vítima, para usarem assim que necessário.

Usam nossa energia para aumentar sua baixa auto-estima, e muitas vezes também são pessoas invejosas.

Como combatê-los:

Livre-se o mais rápido possível de pessoas com essas características.

Hipocondriaco

O hipocondríaco usa sua loucura para conseguir atenção, porém sempre se vitimizando. Vive em crise emocional, procura sempre um ouvinte conhecido ou não para desabafar, passa horas falando sobre suas possíveis doenças e até de seus mais remotos antepassados, se a pessoa entra na conversa, dando trela, ele encontra um ponto fácil para remover através da fala e audição toda energia vital da vitima (maior parte das vezes inconsciente). Alguns apenas descarregam não chegam a permitir que o ouvinte fale algo, apenas como desabafo, mas o suficiente para roubar a energia e se sentir aliviado, deixando a carga energética toxica com o outro.

Esse vampiro tem o poder de desenvolver doenças em sua vítima pois seu campo de energia está repleto de todos os tipos de doença que acabam se acoplando no campo de energia do seu alvo.  Abaixo está um exemplo de larvas que se prendem na aura adoecendo a vítima, o que está coberto por elas é o hipocondríaco e o que esta recebendo é o ouvinte.larvas

Como combatê-los:

Não absorva suas estórias ou autodiagnósticos, faça-o ver o quanto é saudável e saia o mais rápido possível de perto.

Pegajoso

Também conhecido como touch screen, o pegajoso rouba energia pelo tato, não satisfeito com contato visual e auditivo, ele apela pro toque e durante uma conversa segura a pessoa várias vezes como se quisesse prender atenção dela a conversa, não permitindo nenhuma distração mental.

Como combatê-los:

Se você não escapar rápido, ele irá sugar grande parte de sua energia. Saia o mais rápido possível.

Invente uma desculpa e fuja rapidamente. Ou se você for corajoso suficiente diga claramente que não quer ser tocado!

Reclamador

Nada nunca está bom para este vampiro, é um eterno insatisfeito, reclama de tudo, se chove é porque chove, se está de sol é porque está de sol, não tem meio termo, é oito ou oitenta. Usa e abusa da verbalização para destrinchar um mundo sombrio instalado em sua mente, que quer expor sua revolta pra fora. Vampiriza através da audição e expressões e reações causadas no ouvinte. Tem hábito sempre conciso, todos os dias é um novo dia pra arrumar algo ou alguém pra reclamar, sabe como tirar alguém do sério, sabe muito bem contaminar um ambiente.

reclamação

Como combatê-los:

Melhor tática é deixá-lo falando sozinho.

Cobrador

O cobrador, este vampiro é aquele amigo que cobra tudo de você e sempre arruma desculpa e culpa o outro, tenta te isolar do mundo num processo de ciume, querendo ter posses de você com ele. Esse processo é perceptível em crianças a partir de 7 anos quando criam laços sociais e se sentem ameaçados e solitários quando outro se aproxima do então adorável dele. O quadrinho abaixo ilustra bem isso:

Como combatê-los:

O melhor a fazer é usar de sua própria arma, ou seja, cobrar de volta e perguntar porque ele não liga ou aparece.

Deixe-o confuso, não o deixe retrucar e se retire rapidamente caso contrário, devido a necessidade de energia, ele te encurralará de novo na tentativa desesperada da sua reação negativa, para sugar de você a energia de tanto precisa por incapacidade de absorvê-la da fonte e retê-la para que continue vivo.

Critico

O crítico, este tem um pouco de reclamador mas leva sempre pro lado destrutivo. Não faz, não sabe fazer e pra justificar sua incapacidade culpa o mundo e o culpa assim todos que fazem algo que ele não sabe (“não quer”) fazer ele critica. Fácil de encontra-los nos núcleos familiares onde aquele que dá seu show e fala tudo que pensa irrita aqueles que ouvem calados e nunca tiveram coragem de falar e expressar daquela forma. Também aqueles que defendem negativamente de que o mundo não tem jeito, se entregou no fracasso e critica aqueles que de alguma forma procuram mudar com pequenos gestos.

Como combatê-los:

Diga “não” às suas críticas. Nunca concorde com ele.

A vida não é tão negra assim, não entre nesta vibração. O melhor é cair fora e cortar até todo o tipo de contato.

Se não puder sair de perto naquele momento, feche sua aura combatendo tudo o que ele disser com positividade e luz, envolva-o em luz, crie uma barreira de luz entre vocês.

Se for por telefone plasme um tecido de luz entre sua orelha e o fone.

Se tiver o conhecimento, plasme um símbolo de Reiki específico pra isso.

Inquiridor

O inquiridor é o interrogador, aquele que dispara mais de mil perguntas e não dá a chance de você responder, te vence pelo cansaço e rouba sua energia psicológica, a missão dele: te aborrecer, chatear e cansar.

Dispara perguntas sobre tudo, e não dá tempo para que a vítima responda, pois já dispara mais uma rajada de perguntas.

Na verdade, ele não quer respostas e, sim, apenas desestabilizar o equilíbrio mental da vítima, perturbando seu fluxo normal de pensamentos.

Como combatê-los:

Para sair de suas garras, não ocupe sua mente à procura de respostas.

Para cortar seu ataque, reaja fazendo-lhe uma pergunta bem pessoal e contundente (isso vai desestabilizá-lo), e procure se afastar assim que possível.

lamentoso

Lamentoso é o clássico “vítima” de tudo e de todos, passa maior parte do tempo lamentando o tempo que passa rápido, que seu emprego não é o que gostaria que a vida poderia ser diferente, nada é suficiente e não percebe os milagres da vida e a felicidade ao seu redor, mantendo esse padrão, ele procura pessoas com padrão vibratório elevado, assim ele se encosta e vampiriza pois deseja ser “um dia” como aquele, e boa parte das vezes desestrutura o parasitado pelo emocional e afetivo, despertando sentimento de pena, mas enquanto o tem, é como seu tesouro, e o tem como amigo ouvinte e dispara seus reclames onde sempre é a vitima da situação.

Como combatê-los:

Só há um jeito de tratar com este tipo de vampiro, é cortando suas asas.

Corte suas lamentações dizendo que não gosta de queixas, ainda mais que não elas não resolvem situação alguma.

Com eles só a dureza surte efeito.

Esse é um velho conhecido, com pseudônimo de “papagaio” ou grilo falante, é aquele que dispara a falar e esquece até que tem alguém do lado, não se preocupa com o bem estar dos outros, apenas precisa falar e falar e falar, um desabafo eterno. Igual a historia das duas presidiarias que passam 30 anos juntas na cela e quando a outra está para sair ainda não terminou de contar um história. Normalmente vivem no passado, perdidos nas suas memórias, mas há ainda os que mesclam esse vampirismo com outros, como por exemplo o reclamador, o hipocondríaco, o critico entre outros. Esse se torna perigoso no roubo energético pelo acumulo de habilidades.

Como combatê-los:

Para livrar-se, invente uma desculpa, levante-se e vá embora.

Deixe-o falando sozinho literalmente sem medo de ser sem educação pois é a única forma de escapar dele.

O clássico acima mostra um exemplo fácil do encrenqueiro, a  personagem sempre está no meio de confusão. Pois é na vida real não é diferente. Quem lembra do seriado A Diarista? A baixinha que arrumava briga por tudo. Quem ela sempre recorria? a Dalila, a Poia e a Ipanema, as amigas inseparáveis que escutavam os desabafos e auxiliavam a Marinete em suas loucuras, muitas vezes estes padrões na vida real se aproximam e se contaminam, onde um com esses costumes chama atenção e outros por proteção, segurança e conforto se aproxima e passam a vibrar igual. A energia nesses casos alem de vampirismo entram em processo de simbiose, outro tipo de obsessão, a com consentimento. E no seu dia-a-dia tem algum barraqueiro de plantão? E você gosta das historias que ele lhe traz? Fique atento, sua energia está saindo e você não está percebendo!

Repare nesses vampiros roubando energia coletiva na figura desses intolerantes religiosos, racistas, homofóbicos, preconceituosos em todos os níveis que até matam em nome de suas crenças.

Quando a coletividade se exalta, se indigna com suas ações, é quando essa energia vai toda pra eles.

Como combatê-los:

Cuidado com seus sentimentos em relação ao que vê nos jornais, TVs e rádios e os que ouve de alguém que promove a bagunça.

Não dê campo para agressividade, procure manter a calma e corte laços com este vampiro.

E o último da nossa lista é o vampiro poderoso, Exemplo disso quando a novela Páginas da Vida trouxe o personagem Felix que humilhava sua secretaria, se sentindo o todo poderoso do hospital. 

Este vampiro quer deter atenções, movimentos, e que o mundo gire em volta de seu umbigo, muito comum em empresas e em meios sociais de classe média a alto padrão. Usam de prepotência e vampirizam pelo egocentrismo e humilhação. Sua mente trabalha apenas com o EU, trabalhando apenas com sua “EUquipe”. Se ficar próximo corre o risco de ser pisoteado…muitos nesse estágio abaixo buscam meios de se defender através da adulação, tornando um ciclo sem fim. Fuja!!!

Outra ferramenta que este vampiro usa é a da cobrança, pois ele mostra-se ressentido por não lhe darem atenção, cobra sempre, de tudo e todos, cobra por que você não ligou para ele, por que não enviou um e-mail ou não respondeu seu WhatsApp, faz a vítima assumir a culpa por não responder às suas supostas mensagens enviadas.

Se você vestir a carapuça e se sentir culpado, estará abrindo as portas para a ação deste vampiro.

Apenas usa comentários positivos para si mesmo, mas lembre-se, este tipo de vampiro esta apenas se protegendo, pois sabe de sua própria deficiência

Como combatê-los:

Devemos prestar muita atenção neste vampiro, pois ele achando-se poderoso, poderá também usar de magias e rituais para roubar as energias das pessoas. Afaste-se!

Lembre-se que além destes há inúmeros outros e logicamente os desencarnados, esses são os piores e cair nas garras deles é quase inevitável..

O vídeo abaixo ilustra algumas das ações astrais:

Fontes:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s