Arquivo da tag: Além da Matéria

Aula Corpos Espirituais – 7° Corpo – Átmico – Espírito

  • Espírito Pleno
  • Transparente – invisível
  • Foge a todo o entendimento humano
  • Transcende a tudo que tem na existência Onipresente absoluto (é a capacidade de estar em todos os lugares ao mesmo tempo)
  • Constitui Essência Divina
  • Onde está guardado todos os “valores” do ser
  • É como a planta: é semeada, brota, se desenvolve, dá seus frutos, e recicla-se, sem deixar sua essência de vegetal.
  • Não tem forma, mais acredita-se que seja um ponto de luz.

No livro Além da Matéria, Gleber nos traz a seguinte descrição:

Essência divina, consciência pura; diretora de idiogênese.

O corpo átmico é a própria partícula da vida, o principio coordenador. Também chamado de eu cósmico, mônada e semente da vida. É o espírito puro. Impossível descrever sua essência divina. Imanamente, transcendente, inexplicável e indescritível – ao menos segundo padrões humanos. Apenas é.

O corpo átmico é o ser principal, criação direta do Todo-Sábio. Tanto quanto seu criador, só pode ser sentido. Parcialmente e palidamente poderá ser analisado, pois faltam bases para que possa ser associado a algo que se conheça. É parte imortal e fonte de toda vida, a causa criada e eterna, que é ao mesmo tempo ator e ato, o espectador e o produtor de grande drama evolutivo. É imortal, consciência pura.

A cada ação do espírito no palco abençoado das encarnações, os corpos vão se adelgaçando, se transubstanciando. À medida que cresce, aprende, aperfeiçoa-se, o ser despe-se dos corpos mais pesados e densos, passando a atuar em níveis e dimensões de consciência cada vez mais sutis. Um dia brilhará puro, independente dos envoltórios que utiliza em sua caminhada rumo ao infinito.

Bibliografia de todo material sobre corpos publicado:

Anúncios

Aula Corpos Espirituais – 5° Corpo – Mental Superior

55° Corpo – Mental Superior

  • Também faz parte do veículo que se utiliza o EU cósmico para se manifestar como intelecto, porém é abstrato
  • Ajuda no processo de criação de pensamentos, dando vida a eles, ou seja Pensamento-Forma* (próximo post explicaremos sobre)
  • Pertence à ordem superior dos corpos, estando dentro do Ternário Superior. Aqui cabe um adendo onde há uma separação entre os sete corpo, tendo uma divisão classificada em quartenário inferior, composta pelos corpos mais grosseiros em energia: físico, duplo etérico, astral e mental inferior; E o ternário superior, composto pelos três corpos de energia superior, conforme mostra a imagem abaixo:

6Essa divisão mostra onde a energia e pensamentos interferem a ponto de acrescentar e mudar nossa essência e onde encontram barreiras, porém essa barreiras não negativas apenas demarcam parte da essência que não sofre mutação devido a pureza da criação e continuação das missões e evolução advindas da criação de cada indivíduo.

  • Neste corpo, trata-se de percepções mais avançadas, como a lógica, por exemplo.
  • Natureza magnética também
  • Tempo e espaço na dimensão desse corpo não existe
  • Sede dos fenômenos medianímicos: clarividência, telepatia e premonições, etc.
  • Cria as noures “correntes” de pensamento
  • O quarto corpo ainda constitui um invólucro inferior, Pois padece do fenômeno do intelecto
  • Corpo que permite a regressão (onde acessará informações do sexto)
  • Enquanto o mental inferior decifra o gosto, cheiro, cor dos objetos, o mental superior elabora e estrutura princípios e ideias abstratas, buscando síntese ou conclusões que, por sua vez, são geradas de novas ideias.
  • Avalia então, o volume, a área, o peso, propriedades, relacionando símbolos e leis.
  • Sua forma parece um botão de flor, e conforme há evolução ele vai desabrochando e quando há contaminação emocional de baixa vibração as cores se modificam, abaixo imagens ilustrativas:

Na próxima imagem nos dá uma ideia de fluxo energético, pois ele atua em todos os corpos para gerar evolução e e resposta:Aqui podemos perceber onde a obsessão interage em sua anatomia fluídica:

Extraído de:  Círculo Eclético da Luz (C.E.L.)

Memória criativa pode ser percebido pela vidência. Este corpo é o segundo grande banco de dados de que dispõe o ser. Ele elabora e estrutura princípios e ideias abstratas, buscando sínteses ou conclusões que por sua vez são geradoras de novas ideias e assim por diante, infinitamente. Quando ligado às coisas superiores, ocupa-se de estudos e pesquisas visando o aprimoramento do ser. Quando apegado às vivências inferiores em conexão com seus atributos de poder, mando e domínio do meio, cria sérias dificuldades à personalidade encarnada, pois costuma fragmentar-se em sub níveis, liderando linhas de perturbação com os demais, que se ausentam, ignorando a realidade da personalidade encarnada.

Tem forma de uma rosácea com nove pétalas; quando harmônico e saudável possui tom cromático de chamas amareladas ou laranja com várias outras nuances de cores, e cada pétala tem um significado por estar ligada ou retratar as vibrações de cada um dos sete níveis, (sendo que o Átma, o Astral e Duplo Etérico são representados por duas pétalas cada, O Búdico está representado pela pétala superior em forma de cálice contendo dentro três pétalas menores representando as três almas, Moral, Intuitiva e Consciencial).

Por ser o equipo do raciocínio criativo, é nele que acontece a elaboração do processo responsável pelo avanço científico e tecnológico, além de todo nosso embasamento filosófico. É o corpo que faz avaliações, formula teorias, relaciona símbolos e leis. Trata do subjetivo, da imaginação, está mais relacionado com o Eu Superior ou Crístico, com a Individualidade. É o Corpo Causal, é causa, detentor da vontade e imaginação, é normalmente o gerenciador dos programas e ações do ser. Apega-se facilmente ao mando e poder, é o nível que tem o atributo do domínio do meio onde o ser vive, podendo por alguma contrariedade reagir negativamente a esse meio. 

E também conhecido como corpo causal. Elabora princípios e ideias abstratas, realiza análise, sínteses e conclusões. É sede das virtudes e de graves defeitos. O Dr. LACERDA sugere que o corpo mental seja de natureza magnética, com frequência muito superior a do corpo astral. Considerando que a energia de um campo radiante, de qualquer comprimento da onda, é igual a constante de Plack multiplicada pela frequência da onda, isto é, W = h.n onde W = energia, h = constante de Planck (6,6128273 x 10-27 erg/s) e n = frequência, conclui-se que o corpo mental deve necessariamente ter muito maior energia de propagação do que os campos mais densos como o físico, etérico e astral, cujas frequências vibratórias são muito menores.

Importância deste fato: A força da mente é poderosa e pode fazer o bem ou o mal, consoante, a intenção com que é projetada. Alguém já disse que todo pensamento bom é uma oração é todo o pensamento mau é um feitiço. Por outro lado quem vibra em amor, constrói ao redor de si um campo energético protetor contra a ação de mentes negativas (mau olhado, feitiço, magia negra, etc). Do mesmo modo, afins se atraem.

Outra descrição memorável vem por parte da literatura de Robson Pinheiro que nos traz em um de seus livros (Além da Matéria) psicografados por Joseph Gleber, importante salientar também que  a conjuminação dos corpos mental inferior e mental superior formam uma vibração singular o qual denomina-se apenas corpo mental, ambos possuem força mista a qual se designa ao raciocínio e compreensão das coisas na matéria, segue descrição:

esquema

Definição: é um corpo energético de dimensão superior ao psicossoma, sem forma apreciável. Ao contrário do psicossoma, não possui órgãos internos que se assemelhem aos do corpo físico. É o idealizador e o mantenedor das formas e do funcionamento dos corpos que lhe são inferiores.

  • Sinonímia: Paracorpo, corpo superior, corpo puro, corpo do espírito, corpo sem forma.
  • Subdivisões: Mental inferior e mental superior
  • Chacras correspondentes: Laríngeo e frontal.

     O corpo mental caracteriza-se por ser disforme, ou seja, não mantém a forma do corpo humano, como o psicossoma. Geralmente, no plano mental, apresenta-se como um corpo ovalado, nebuloso e extremamente luminoso. Também conhecido como mentalsoma, pode se apresentar em variações cromáticas entre o branco, o azul e o dourado. Manifesta-se no plano ou dimensão mental, acima do alcance dos sentidos humanos. É imperceptível aos sentidos humanos porque transcende a forma e o espaço conforme são percebidos pelo ser humano.

     Sede da consciência cósmica, do pensamento contínuo e da memória integral, o corpo mental encontra-se no psicossoma, e não no cérebro humano. Isto é, localiza-se na região do perispírito que corresponde à cabeça –  e não no encéfalo. Enquanto o psicossoma faculta à consciência liberta definitiva ou momentaneamente a articulação extra-física da fala, em forma de diálogo mental ou trans-mental, o corpo mental só se manifesta através da telepatia, sem articulação que se assemelhe a palavras.

     No ser encarnado, os atributos do corpo mental somente são sentidos intensamente após o ser humano já haver superado o domínio do corpo emocional ou psicossoma. Isso se dá após  o amadurecimento do ser, quando superar os impulsos animais.

     Tanto o duplo etérico quanto o psicossoma, embora sejam importantes para o momento evolutivo do ser na Terra, ofuscam-lhe a visão mental, pois tais corpos inferiores estão imersos em impulsos emotivos, enquanto o corpo mental está livre das manifestações próprias da emotividade. A conquista dos atributos da mente somente será realizada após o ser viver plenamente as etapas coordenadas pelo corpo emocional e amadurecer, transcendendo esse estágio.

     Quando o homem viver plenamente suas experiências físicas e sociais e conquistar a serenidade relativa que produz o amadurecimento da emoções, então poderá adentrar no domínio do campo mental. Livre das preocupações da matéria, terá maior tempo a sua disposição para se dedicar às realizações da mente e do espírito.

     O hábito de realizações espirituais e de estudos elevados pode ser um dos fatores importantes no desenvolvimento do corpo mental.

     Dentre as formas de manifestação da parapsicofisiologia do corpo mental, indicamos alguns de seus atributos:

  • Transmissor de imagens mentais
  • Criador de formas-pensamento
  • Mediador entre os planos ou dimensões mental e astral
  • Coordenador da projeção de sentimentos racionalizados

     O corpo mental favorece o livre curso das ideias após transformar os circuitos intelectivos do ser, absorvendo elementos superiores que nutrem o intelecto. Podemos dizer que o corpo mental possui, à semelhança do cérebro físico, dois hemisférios, embora diferentemente da estrutura física do cérebro humano. Não possui forma, e cada hemisfério – assim denominado para efeito de aprendizado – representa polaridade negativa ou positiva. As experiências vividas pelo ser são arquivadas definitivamente no plano mental, através do corpo mental, ficando aí registradas como experiências necessárias (positivas) ou momentaneamente desnecessárias (nocivas).

     O corpo mental não atua diretamente sobre a matéria, mas atua intimamente ligado ao psicossoma. É somente através do psicossoma, quando o espírito está encarnado, que o corpo mental tem as percepções de espaço, forma, tempo e todas as demais que são próprias da vida material.

     O corpo mental tende a brilhar, crescer e se expandir à medida que o espírito evolui. Assim como o psicossoma é o responsável pela manifestação das emoções, o corpo mental é o responsável pelos pensamentos e sentimentos elevados. Portanto, melhorar os sentimentos e trabalhar o pensamento, expandindo a capacidade de raciocinar, é significativo para o desenvolvimento do corpo mental.

     Os estados mórbidos ou parapsicopatológicos associados ao corpo mental são perfeitamente observáveis nos espíritos errantes, principalmente logo após o processo de morte biológica.Quando o  ser retorna à dimensão extra-física sem a consciência do impacto desencarnatório, apresenta uma parapsicopatologia que é possível trabalhar através da terapia empregada nas reuniões de evocação ou desobsessão. A parapsicose apresentada por espíritos recém-desencarnados, ou consciências extrafísicas, com monoideísmo reflete distúrbios próprios do corpo mental.

     Entidades extrafísicas carentes de energia mental vigorosa apresentam-se como vampiros, sugando as reservas energéticas de encarnados e desencarnados, provocando diversos prejuízos. Nesses casos tão comuns, ocorre um aparente déficit na atividade mental do indivíduo, pois tais entidades ajustam-se vibratoriamente às auras dos encarnados. Procuram suas vítimas em ambientes que favoreçam emoções fortes. Como a carência energética desses seres reside no corpo mental, os hospedeiros dessas almas desajustadas passam a abrigar formas-pensamento ou ideias desequilibradas e impróprias aos seus ideais. O distúrbio nesses casos é mental, embora persistam os sintomas no corpo emocional (psicossoma), mesmo durante algum tempo após o indivíduo se liberar da energia mórbida. É o que chamamos de repercussão vibratória.

     No plano espiritual, é muito comum as entidades com disfunções no corpo mental serem tratadas através de terapias coletivas, pela mentalização terapêutica realizada por equipes de espíritos especializados. Em casos assim, destaca-se o papel das artes realizadas pelos espíritos: criações mentais através da música, pintura de telas nos próprios fluidos do mundo espiritual e outras manifestações artísticas servem de estímulo para o reajuste do corpo mental enfermo.

     Tanto nos desencarnados quanto nos encarnados verificam-se, muitas vezes, certas emoções incontidas ou descontroladas gerando processos parapsicopatológicos como deficiência mental, desenvolvimento retardado, dificuldade de concentração e falta de senso crítico, resultantes de distúrbios do organismo mental.

    Como causas desses distúrbios próprios do corpo mental, observamos alguns fatores que favorecem o aparecimento dessas disfunções, tais como: intoxicações energéticas, processos de simbiose mental entre desencarnados e encarnados, processos de dependência emocional prolongada entre seres que se esgotam mutuamente.

     e ainda traz um adendo específico sobre o mental superior:

O CORPO MENTAL SUPERIOR ou dimensão espiritual elabora e estrutura as ideias e está ligado ao Chacra frontal de uma forma especial. Esse conteúdo espiritual é denominado corpo mental superior ou abstrato porque elabora e estrutura  princípios e ideias abstratas, buscando a síntese e conclusões que definirão as ações do indivíduo. A mente espiritual é a responsável pelo raciocínio criativo, e em sua intimidade são elaboradas as intuições para o progresso científico da humanidade. Sua estrutura superior capacita o corpo mental para a elaboração de teorias e de avaliações.

     Quando o mental superior está viciado e através dele o homem entra em conexão com os conceitos de poder temporal, domínio de consciências, mando desmedido e tirania, esse corpo fragmenta-se, adoece e perturba profundamente a personalidade.

     É conhecido como super-consciente nos registros espíritas e é a fonte dos mais sublimes desejos, pensamentos e inspirações nobres e elevadas; representa a intuição pura.

     Assim como o conteúdo instintivo representa uma fase animal, emocional e os arquivos das experiências milenares, o corpo mental superior corresponde ao porvir, à inspiração. Em profunda conexão com o chacra frontal, produz o elo de ligação com as forças que engendram o progresso do mundo. É dessa dimensão cósmica que o ser vivo banha-se na fonte sublime da própria vida, traçando suas metas quanto ao futuro. Quanto mais predomina o corpo mental superior, menos força e influência exercem o conteúdo instintivo do corpo emocional e a ação intelectiva do mental inferior. A atuação desse elemento divino representado pela super-consciência supera os domínios do intelecto.

     De um lado, a força instintiva instiga o homem ao retorno às práticas inferiores, aos desejos e aos comportamentos antigos. De outro, a ação mais espiritual do corpo mental inspira-o a prosseguir desligando-se das emoções , da matéria e elevando-se cada vez mais à manifestação plena do ser. O homem fica dividido entre os dois apelos, e a pressão exercida por essas forças e pelas influências do contexto reencarnatório e do mundo extra-físico é que forja seu caráter, sua identidade espiritual.

Fontes – Literatura:

  • Além da Matéria – Uma ponte entre ciência e espiritualidade- espírito Joseph Gleber – Robinson Pinheiro.
  • Manual de Reflexologia e Cromoterapia – Pauline Wills

Imagens (inclusive a complementação sobre as doenças descritas nestes blogs e sites são muito interessantes, segue como material complementar também):

Entendendo as enfermidades no corpo físico

8

Tomei a liberdade de trazer um trecho do livro Além da Matéria – psicografado pelo médium Robson Pinheiro (Autor astral Joseph Gleber) para fim de auxiliar nas explicações de como nosso emocional afeta de maneira direta nosso organismo.

1

2 3 4 5 6 7

Sabemos que as emoções interagem no nosso organismo físico através dos chákras, e que toda e qualquer tipo de poluição mental  no ambiente nos torna vítimas de teias magnéticas onde nos encurralamos nos poços abissais emocionais quando nos encontramos no mesmo padrão vibratório do ambiente que frequentamos/estamos.

A saúde do nosso corpo físico depende sempre do nosso estado elevado mental/emocional. Do contrário estaremos a espreita de situações indesejadas.