Arquivo da tag: respeito

ENERGIA DESTRUIDORA

Como seres humanos, temos escolhas, logo podemos decidir se usufruímos em parte da energia destruidora ou a cortamos, quebrando a corrente.

Temos exemplos desta energia em nossa vida de forma positiva e negativa. Vamos lá:

Quando os pais precisam dizer NÃO.

Muitos têm a ideia de que não é negativo, assim acham que se precisarem dizer não irão se indispor com outrem, que falharão perante suas expectativas e também as alheias, mas o que realmente importa pra você? Dizer não é simples, mas será que está sendo dito no momento certo. Ou você está apenas se inundando com energia destruidora?

O silencio deixa a mente fervilhando e faz com que seu mental crie seus próprios monstros, assim você chega sempre em um limite, mas qual é o seu limite? As regras não foram feitas para serem quebradas, mas sim para serem RESPEITADAS. Logo se você não souber o seu limite, deixará a sua linha invisível dele expandir, uma pequena expansão faz parte do crescimento da vida, tiramos lição, porém sua expansão intensa não faz de você maleável ou bonzinho. Faz de você um ser DESRESPEITADO. Não basta apenas se impor, tem que fazer valer suas próprias regras, suas normas e sua verdade. Mas não de forma ferrenha ou ditatória. Se você respira respeito, expelirá respeito, não tem como suas ações discordarem do que você realmente é. E se isso está acontecendo com você, é porque primeiro você não se respeita, segundo porque o que você diz ser não condiz com que você realmente é, então se encontre!

Essa linha tênue e sutil do limite faz com que o NÃO se torne algo construtivo, assim a energia destruidora ela entra cumpre seu papel de forma positiva e sai pelo nosso organismo diferenciada e não viciada. Não basta dizer não, é preciso explicar o porquê dele.

O “sim” confirma, concorda, aceita uma condição ou situação que alguém ou algo externo a nós nos propõe, enquanto que o “não” expressa nossa liberdade de não querer ou de não concordar.

Você usando somente o sim, está disposto a arcar com todas as suas consequências, mas quais seriam elas?  Está disposto a se indispor consigo mesmo para não magoar alguém ou desfazer a energia de um ambiente quando ele lhe fere?

Ah mas a energia destruidora como seu próprio nome já diz ela vai nos corroer, nos destruir por dentro. Aí é que tá! Ela destrói sim, se você desrespeitar seus limites e deixa-la o invadir, com SIM ou com NÃO, ela entrará em seu corpo, invadirá suas entranhas, porém a quantidade e tempo de permanência quem determina é você!

Não conseguir dizer não, acarretará acúmulo de energias diversas, e quanto mais energia destruidora mais “- -“ e isso tem consequências, principalmente físicas, psíquicas e posteriormente psicossomática. Importante não ser egoísta, porque o egoísmo é o excesso de energia destruidora.

Resultado de imagem para PALAVRA  DESTRUIDORAOutro exemplo, é quando você se vê no meio do ciclo de uma fofoca, como você se comporta dentro deste ciclo, o inunda de energia destruidora ou dissipa-a. O ato de interromper uma fofoca mostra coragem, coloca respeito e quebra o ciclo, fazendo com que a energia destruidora se liberte do acumulo viciado e volte para o universo.

E um terceiro exemplo, é alimentação. Em todos os sentidos. Primeiro, quando não respeitamos nosso templo corpóreo. Segundo é uma referência as indústrias alimentícias que sabotam nosso combustível vital. Quantos venenos, agrotóxicos, e alimentos modificados em laboratório possuímos em casa? O índice de câncer na sociedade aumentando, assim como os índices de diabéticos, obesidade desde a infância e o descontrole de toda uma população por simplesmente não pensar e se deixar levar pelo chamado da energia destruidora?

Indo um pouco mais afundo e mexendo nas feridas, quando falamos em não respeitar seu templo, não fixa somente a comida, os vícios entram com tudo nesse ranking. Os vícios mais variados pertencem a uma cadeia de energia destruidora extremamente viciada energeticamente, que passa pelas sociedades como um furacão, levando cada vez mais, jovens aos consumos sem controle. Mas nesse ranking falamos de quais vícios? Todos, tabaco, cevada, entorpecentes, álcool, futebol, religião e política. Sim! Esses três últimos, são atingidos pelo fanatismo, e o que era boa vontade e diversão se torna uma bomba relógio, e o combustível desta bomba é a energia destruidora que leva ao fascínio e acaba com seus valores sem percepção.

O psicoterapeuta Bruno Carrasco nos presenteia com a seguinte frase: “Aprender a usar o “não” de maneira que nos valorize e que não desrespeite o outro é um grande desafio para nosso desenvolvimento”.

Vejamos o capítulo de Energia Destruidora do Livro das Energias de Rubens Saraceni:

Eis aí um tipo de energia muito especial. Onde se formar uma condensação muito grande dessa energia, algo de ruim acontecerá. Vejam que “próton” é sinônimo de estabilidade, ou positivismo, e, “elétron”, de instabilidade, ou negativismo. Estes são os dois polos energéticos do homem, da natureza, do planeta e de todo o Universo. Mas quando, numa pessoa, a combinação “- +” (princípio ativo e fim estável) se altera para “- -” (princípio ativo e fim ativo), a ação será constante, e essa situação irá perdurar enquanto a combinação não se esgotar, uma vez que são combinações negativas e altamente destruidoras.

O fenômeno se repete na atmosfera, provocando tufões, ciclones, furacões, vendavais, etc. Eles surgem da combinação de fogo e ar (“- -“). O calor (fogo) aquece o ar, e libera a água contida nos seus átomos. Estes se tornam mais leves (negativos), pois os elétrons são ativos (circulantes) e precipitam-se a grandes velocidades, criando as correntes aéreas de ordem totalmente negativas (“- -“), que são as ventanias.

Esse fenômeno se repete no interior do planeta, e causa terremotos e outras atividades de ordem sísmica. O calor interno alcança um veio de água, ou uma infiltração de água alcança o centro do planeta. O calor ataca a água, e libera uma onda energética de ordem negativa que irá evaporar (liberar) o polo negativo da condensação positiva água. Nesse polo, estão os elétrons dos átomos da água, portanto negativos.

Com isso, temos o aumento da pressão interna, e o aumento da temperatura, oriundo do aumento do número de elétrons liberados dos átomos da água. Os elétrons do fogo, somados aos elétrons da água, resultarão numa combinação formada por duas cargas eletrônicas de ordem negativa e altamente ativas (- -). Isso irá provocar um desequilíbrio no magnetismo do planeta, e um abalo sísmico será sentido na crosta terrestre (terremoto), ou na crosta marinha (maremotos), dando também início a vendavais, provocados pelo aquecimento do ar através da liberação do calor interno da massa terrestre.

Se observarmos bem, veremos que todos os dias são sentidos abalos sísmicos de baixas intensidades em algumas regiões. Eles se devem ao fenômeno de infiltração de água até o magma, ou à elevação deste até a crosta, e a consequente liberação de pressão do interior do planeta (calor = elétrons). Temos assim, a energia chamada de destruidora, ou “- -” (princípio ativo e fim ativo). Portanto, cuidado com seu equilíbrio energético! Não deixem que ondas de energias negativas Invadam seu todo energético e criem a combinação “- -“, que irá transformá-los em seres destruidores. Seres destruidores liberam energias destruidoras, expressas pelas ondas negativas da: Paixão, Inveja, Ódio, Cobiça, Revolta, Remorso, Volúpia, Desejos, Etc. Portanto, cuidado com essas ondas, porque depois de formada uma combinação “- -“, o resto do processo energético é todo negativo.

Fonte auxiliar:

http://www.tautonomia.com/2015/10/importancia-do-nao.html
Referência Bibliográfica:

Saraceni, Rubens. O livro das energias. 1 Ed. São Paulo. New Transcedentalis. 1993
Anúncios

Orgonites x obsessores